Miragem

Miragem

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Sei de mim.



Sei de mim num sonho reinventado.

As gaivotas rasgam os céus mensageiras

de uma boa nova anunciada.

Sei de um leito de águas estagnadas.

sei dos sonhos que se perdem

em castelos de quimeras.

Das nuvens que atravessam

os céus só lhe pressinto

o reflexo no meu olhar cansado.

No horizonte a luz amarelecida

ainda brilha anunciando um novo caminho

nas encostas das esperas.
 








Sem comentários:

Enviar um comentário